segunda-feira, 23 de maio de 2011

I'M Sexy...

Engraçado como hoje em dia, com a chegada da maturidade, me sinto muito mais sexy do que quando jovem...
Estou mais cheinha, minhas curvas e seios se tornaram mais generosos e, no entanto, não me sinto feia ou insegura.
O passar dos anos dão uma noção da nossa própria sensualidade e poder de sedução.
Os homens da minha idade não olham para mim, mas os mais jovens, sim. Alguns torcem até o pescoço...Talvez por isso, hoje em dia, as mulheres mais maduras estejam se casando com homens mais jovens.
Meu corpo agora, é propriedade minha, sei do que gosto, como gosto e digo como quero...Aliás, isso nunca foi problema para mim, sempre me dei bem na cama com meu parceiro. Mas, agora, parece que as palavras não são mais necessárias, tudo se encaixa à perfeição.
Pena que a maioria dos homens maduros procurem mulheres jovens em busca da juventude perdida...eu nunca conseguiria me relacionar com um homem muito mais jovem, pelo menos, eu acho...
Deixo aqui, para vocês, um trecho do meu livro, Na Esquina do Tempo Nº 50, que fala sobre a sexualidade feminina na maturidade:


"Teve uma vida sexual plena e feliz durante o casamento. Ao entrar na menopausa, ficou até surpresa ao ouvir os relatos das amigas e de outras mulheres dizendo que não gostavam mais de sexo ou que sentiam desconforto. No primeiro ano não sentiu nenhuma diferença na sua libido. Continuava tudo normal, como antes. Era ativa sexualmente, gostava de sexo, de fazer amor. E ela e o marido se davam bem na cama. Anos e anos de casamento vão nos adaptando de tal maneira ao companheiro que o sexo, com o tempo, fica não só mais prazeroso como com mais qualidade.

A partir do segundo ano, de repente, tudo mudou. Os hormônios em ebulição deviam estar tão enlouquecidos, que a faziam pensar em sexo dia e noite.


Virou praticamente uma ninfomaníaca.Não havia nada que aplacasse seu desejo.O marido até estranhava: a mulher estava uma potência sexual!Parecia que tinha voltado à adolescência...Era um fogo, um calor, um desejo tão descabido que não cabia em si. Estava intensa. Ardente. Apaixonada. Era como uma volta no tempo, só que com uma maior consciência do seu corpo, do que gostava, do que era melhor.Um dia, assim como veio, passou. Voltou ao normal. Até ficou pesarosa...Estava tão bom..."
Altos e baixos, assim é a menopausa...dizem que depois dos primeiros anos, isso tudo passa...Espero que sim e que fique a melhor parte: O amor por nós mesmas e a sensação de que podemos ser sensuais, sim, até morrer.

8 comentários:

♕Miss Cíntia Arruda Leite ღ disse...

Glorinha sexy!!

Que post bom, que post levantador de astral, de vigor... a sexualidade é para todos, devemos apenas fazer com amor com qualidade e carinho... que o resto é dispensável!! Adorei... quero seu livro!!

beijos

orvalho do ceu disse...

Olá, querida
Ter lido seu livro foi um presente dos céus para acalentar muitas das minhas inquietações...
Obrigada por dividir conosco sua habilidade com vc mesma...
Bjs de paz e uma nova semana iluminda.

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKKKK Gostou Cíntia, vc ainda tá bem longe disso...mas é sempre bom já ir sabendo o que virá...e tb falo de outras coisas no livro que servem para mulheres de todas as idades...Pode ir no lançamento no MAc dia 03 e comprar autografado...beijinho flor,

Glorinha L de Lion disse...

Puxa Rosélia, fico feliz com isso, que tenha, de alguma forma te ajudado a se encontrar e se aquietar interiormente, beijo grande,

Manuela Freitas disse...

Querida Glorinha,
Claro que os meus olhos já passaram por essas páginas...concordo em absoluto, que em todas as idades nos devemos valorizar e saber passar pelas nossas fases com o espírito elevado!..
Quanto aos homens gostarem das garotas, sabe o que eu penso? Eles nunca gostam muito de mulher que sabe, que tem cultura...será? Não será? kkkkkkkkkkkkk
Beijos querida amiga,
Manu

Cantinho She disse...

Glorinha, que engraçado, comecei a ler as suas palavras no início do post e foi justamente este seu conto que veio em minha cabeça... ;)
Beijo, beijoooo

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKKKK Ai Manu, tb acho...mas ainda há alguns que se salvam, poucos, é verdade....a maioria dos que conheço querem mesmo as burrinhas e jovens e, quanto mais pobre intelectualmente, melhor, pois nunca serão o centro das atenções pelo cérebro, mas sim pelos peitos e bunndas durinhas que ostentam...beijos amiga querida,

Glorinha L de Lion disse...

Só podia ser esse, né She? beijos,