quinta-feira, 21 de abril de 2011

O Grande Erro.


A humanidade é uma experiência frustrada da natureza.
Deu tudo errado.
Por causa do homem o planeta está se auto destruindo.
Por causa do homem, sempre houve matanças, genocídios, guerras, atrocidades, barbarismos.
Onde há presença humana há desolação, destruição, poluição, superpopulação.
O homem caça, mata, persegue, usa. Seja por comida, por prazer, por divergências de ideias ou religiões.
O homem sequer respeita o que outro homem pensa.
Se não houvesse humanidade não haveria maldade, ódio, falsidade.
Apenas a ordem natural das coisas seguiria seu rumo. A seleção das espécies se faria naturalmente.
Os cataclismas, terremotos, tsunamis aconteceriam como acontecem há milênios.
E o planeta se transformaria, se renovaria e sobreviveria, sem consequências.
O homem compartimentou-se a si mesmo em castas, raças, culturas, etnias, línguas.
Criou a noção de inferioridade, de superioridade, de pobreza e riqueza.
Criou o preconceito, os estigmas, as loucuras, as insanidades.
Um mundo sem os seres humanos seria um mundo melhor.
A natureza falhou nesse experimento.
Cometeu seu único erro. Erro crasso. Erro fatal.
Uma falha tão grave que além de todo mal que causa, ainda se prolifera e se multiplica sozinha.
Inoculando-se um vírus letal.
Ao criar o homem, a natureza perdeu o controle sobre si mesma.

6 comentários:

✿ chica disse...

Verdadeira e forte reflexão...O homem deixa seu rastro por onde anda e tantas vezes, isso péssimo!!!


um lindo feriado, bom descanso,beijos,chica

manuel marques disse...

Desejo-lhe uma Páscoa feliz.

Abraço.

lolipop disse...

É minha querida, ás vezes também sou tentada a pensar como vc que "a espécie humana é um acaso sinistro..."

BEIJOSSSSSSS

Glorinha L de Lion disse...

Verdade Chica, beijos, boa páscoa!

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada amigo Manuel, o mesmo pra ti e tua família, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Acaso ou experimento que deu errado?
Talvez os dois...beijos querida,